segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Sem DEUS desgraça pouca é rara!


Causa-me espanto perceber o quanto se amontoa as “desgraças” na vida das pessoas que ainda não conhecem a Graça do SENHOR.
Neste último final de semana DEUS me deu a oportunidade de fazer algumas visitas na casa de pessoas que ainda não vivem sob a plenitude da graça DELE.
Mas antes de partir para fazer as visitas me pesou o sentimento de ir comprar mais material infantil: revistinhas de pintar com temas cristãos, de historinhas e lápis de cor.
Estavam comigo o pastor Valdeci, da nossa igreja do bairro Nova Fronteira e seu filho.
Depois de comprarmos o material infantil nos dirigimos às visitas, seguindo o apontamento do pastor Valdeci de quais casas iríamos visitar.
Em uma das casas que visitamos pude constatar a opressão daquela família. Onde a dona da casa é uma senhora, já de idade e com câncer.
Se não bastasse o câncer, vivem em uma pobreza dolorida e sustenta em casa cerca de 7 a 8 crianças (eram tantos que não consegui fazer a conta direito), todos netos.
Se ainda fosse pouco, o pai de alguns daqueles pequenos, genro da dona da casa, havia sido assassinado a algumas semanas.
Enumero o que percebi naquele lugar:
1) >Pobreza
2) >Doença
3) >Morte
O material infantil que trouxemos foi a conta para a garotada, que ficaram radiantes de alegria.
Para os que sabiam ler deixamos livros de historinhas e também bíblias.
Tão simples e tão pouco o que eles receberam diante de tanta alegria que demonstraram.
Entregamos também naquela casa alguns mantimentos que tínhamos na mão para distribuir.
Oramos e deixamos o principal, a benção de DEUS sobre aquela família.
Entramos no carro e eu comecei a pensar naquela situação.
Problema em cima de problema!
Penso que o Espírito Santo chora por estas pessoas que precisam conhecê-lo para se liberar deste amontoado de desgraças.
Mas tenho entendido que não adianta levar o alimento da alma sem levar o alimento do corpo a estes que precisam, como penso estar exposto na palavra de DEUS em Tiago 2:15-17.
Tiago 2
15 E, se o irmão ou a irmã estiverem nus, e tiverem falta de mantimento quotidiano,
16 E algum de vós lhes disser: Ide em paz, aquentai-vos, e fartai-vos; e não lhes derdes as coisas necessárias para o corpo, que proveito virá daí?
17 Assim também a fé, se não tiver as obras, é morta em si mesma.
Eu acredito com todas as forças que se nós fizermos um pouco desta atividade tão gratificante que é evangelizar, e ainda a estes, que além da necessidade da Graça de DEUS, tem a falta do mínimo, portanto estão vendo muito além do horizonte a dignidade de suas vidas. O SENHOR é Poderoso para fazer, e ainda nos usando como instrumentos, a transformação e resgatar a dignidade de ser humano, que foi criado para ser recipiente do Espírito Santo de Deus.
Entendo que a GRAÇA é para todos, mas a GRAÇA precisa ser levada através dos lábios de quem já a conhece.
Acredito no poder da Palavra de Vida que recebemos de Cristo. Acredito também que ao pronunciarmos esta Palavra Vivificante num ambiente de “desgraça”, a semente necessária para transformação daquele ambiente é lançada.
Em outra visita ainda, fomos à outra casa bem humilde e nesta o dono da casa havia falecido a pouco. E moram na casa uma senhora com seu pequeno filho e a mãe bem idosa.
Procedemos da mesma maneira, com o material infantil a Bíblia e o alimento.
Mas novamente percebi a mesma conjunção de dificuldades:
1) >Pobreza
2) >Doença
3) >Morte
Quando partimos Dalí o pastor Valdeci, depois de um breve momento de meditação, falou:
“Pastor Gláucio, este povo que visitamos recebe apenas visita de político em época de eleição e mais nada.”
Caríssimos servos do SENHOR, que tem o conhecimento da verdade e já receberam a Graça de DEUS mediante a fé em Jesus Cristo.
Não posso crer que a unção de restauração é apenas para alguns poucos privilegiados.
Acredito que a unção descrita em Isaías 61:1-4 serve pra mim e também pra você.
Não peço que se torture ao comer, lembrando que muitos não têm o que comer naquele momento. Não peço que se perturbe demasiadamente ao verificar o quanto DEUS tem te presenteado enquanto outros que não o conhecem estão se definhando.
Sugiro apenas que partilhe do seu tempo, da sua dispensa, do amor que ELE te entregou, pois creio que o que ELE tem nos feito não é para ficar guardado em nossa mão. Mas para mostrar o Amor DELE em nós aos que ainda não o conhecem para que possam também crer.
Peço encarecidamente que leia o texto abaixo em voz alta e se possível se olhando no espelho:
Isaías 61
1 O espírito do Senhor DEUS está sobre mim; porque o SENHOR me ungiu, para pregar boas novas aos mansos; enviou-me a restaurar os contritos de coração, a proclamar liberdade aos cativos, e a abertura de prisão aos presos;
2 A apregoar o ano aceitável do SENHOR e o dia da vingança do nosso Deus; a consolar todos os tristes;
3 A ordenar acerca dos tristes de Sião que se lhes dê glória em vez de cinza, óleo de gozo em vez de tristeza, vestes de louvor em vez de espírito angustiado; a fim de que se chamem árvores de justiça, plantações do SENHOR, para que ele seja glorificado.
4 E edificarão os lugares antigamente assolados, e restaurarão os anteriormente destruídos, e renovarão as cidades assoladas, destruídas de geração em geração.

3 comentários:

  1. Olá, passando pra conhecer seu espaço, gostei muito, estou te seguindo.

    Deus te abençõe!

    http://leticiazangrandi.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Passando para prestigiar as abençoadas postagens, te convido para visitar a minha Web Rádio, que há 3 anos vem tocando 24 hs louvores avivados e mensagens edificantes...
    acesse o nosso blog e confira nossa programação:
    http://www.radiopentecostal.blogspot.com
    Aceito Parceria = Troca de Banner.

    ResponderExcluir
  3. Graça e paz, sempre!

    Passei por aqui para conhecer seu blog.
    Estou procurando bons blogs para compartilhar.

    Já estou te seguindo.

    Ficaria muito feliz se puder me visitar.
    Se quiser me seguir também será um prazer para mim.

    Abraço em Cristo,

    Sandro
    http://oreinoemnos.blogspot.com/
    Te espero lá.

    ResponderExcluir